Logomarca

Foto

Projeto Praia Legal

O Praia Legal tem como objetivo realizar a inclusão social das pessoas com deficiência e mobilidade reduzida por meio da acessibilidade às praias. O programa, que oportuniza o banho de mar para essas pessoas foi elaborado em 2011, com a participação do vereador Ricardo Chiabai, que na época era Secretário de Serviços Urbanos, da Prefeitura Municipal de Vila Velha.

Chiabai tem sensibilidade com a causa das pessoas com deficiência, pois começou a luta dentro de sua própria casa, com o nascimento de seu filho mais novo, Pedro Henrique. Pedrinho, como é mais conhecido, contraiu um vírus que ocasionou uma paralisia cerebral com danos irreversíveis.

De acordo com Chiabai, a ideia de criar o projeto surgiu da demanda das próprias pessoas com deficiência, que enfrentavam uma série de dificuldades para tomar um simples banho de mar. Para o banho assistido, o cadeirante é transferido de sua cadeira, que fica guardada no posto de atendimento, para uma cadeira anfíbia. Um profissional leva o usuário até a água, onde ele pode permanecer por um período máximo de 20 minutos.

Vila Velha foi o primeiro município do Espírito Santo a proporcionar o banho de mar, atividades de lazer e prática esportiva assistida às pessoas com deficiência, se tornando assim, referência para outros municípios capixabas.

Funcionamento

O Praia Legal funciona de dezembro a março, de segunda a domingo das 8 às 17h e, de abril a novembro, de sexta a domingo, das 8 às 16h, no final da orla da Praia da Costa, na região conhecida como Curva da Sereia, em Vila Velha. Mais informações: (27) 3388-4165.

Histórico

Em 2011 foi elaborado e implantado o programa "Praia Legal", ainda como projeto piloto, contribuindo para a inclusão social das pessoas com deficiência e possibilitando acessibilidade de todos à praia.

Interdição
Com o passar dos anos, o "Praia Legal" começou a apresentar sinais da falta de manutenção e descaso do poder público. A armação exposta ao tempo (sol, chuva, tempestades) e a maresia, a estrutura ficou completamente comprometida chegando a ser interditada para evitar acidentes com os usuários.

Novo Praia Legal
Ao assumir como vereador de Vila Velha, em 2013, Chiabai iniciou uma incansável luta para reerguer o projeto intermediando a assinatura de um Termo de Cooperação Técnica entre a Universidade de Vila Velha (UVV) e a Prefeitura Municipal de Vila Velha (PMVV).

O projeto foi elaborado pelo Núcleo de Estudos e Práticas (NEP) da UVV, e o convênio envolveu alunos e professores dos cursos de arquitetura e urbanismo, designer de produtos e engenharia civil. Em dezembro de 2014, se iniciaram as obras e em janeiro de 2015 foi entregue a população.

O novo "Praia Legal" funciona em uma área duas vezes maior do que a anterior. Possui cobertura metálica fixa, piso antiderrapante e atérmico, esteiras contínuas até o mar, maior número de cadeiras anfíbias e dois chuveiros, sendo um de uso preferencial do projeto. Toda essa nova estrutura já oportuniza o dobro de atendimentos.

Para o banho assistido, o cadeirante é transferido de sua cadeira, que fica guardada no posto de atendimento, para uma cadeira anfíbia. Um profissional leva o usuário até a água, onde ele pode permanecer por um período máximo de 20 minutos, sob o acompanhamento de profissionais da Prefeitura.

 


Atuação

Chiabai tem fiscalizado a manutenção adequada do Praia Legal, cobrando da Prefeitura que sua estrutura seja preservada e recebendo os cuidados que os usuários merecem. Por diversas vezes Ricardo Chiabai tem apontado falhas pontuais visando a garantir soluções, sempre atento aos detalhes e acompanhando a execução do projeto de perto.

Prova disso é que, recentemente, no segundo semestre de 2015, quando algumas práticas passaram a ser desrespeitadas - não uso das esteiras para o transportes dos usuários até a água, sacrificando assim a equipe que faz seu trabalho com dedicação, mesmo sem a estrutura adequada, e a utilização de apenas duas cadeiras anfíbias) Chiabai exerceu sua função de fiscalização e cobrou da prefeitura o cumprimento das práticas necessárias ao projeto, obtendo um resultado melhor para os frequentadores.

 

ANTES                   DEPOIS  

 

 

ANTES                                      DEPOIS   

 

Clique aqui e veja mais fotos do novo “Praia Legal”
  

 

LEIA MAIS
COMPARTILHE